sábado, 6 de abril de 2013


Pedra do mês de Abril
DIAMANTE    

O diamante é a
pedra do mês de Abril, a mais tradicional para anéis de noivado, é também a gema que simboliza o 10º e 60º aniversário de casamento

Os Diamantes são considerados “Lágrimas da terra”

Conhecido como “rei das gemas”, o diamante é composto por carbono puro, sendo a pedra mais dura da superfície terrestre. Aliás, um diamante só pode ser riscado por outro diamante. Seu nome vem do grego “adamas” e significa duro, indomável, invencível. Pode apresentar diversas cores, desde o branco transparente até o vermelho vivo.
Diamantes brutos sem lapidação
Carbono puro, isso mesmo, essa é a composição dessa pedra tão fascinante e desejada, o diamante é cristalizado sob altas pressões e temperaturas, nas mais profundas entranhas da terra há bilhões de anos.

O diamante é formados a 80 e 190 quilômetros abaixo da superfície terrestre. É nessas profundidades que existe a pressão e temperatura adequadas. As pedras sobem à superfície com a ajuda de vulcões, sendo garimpadas entre cascalhos de rio ou por perfuração de rochas. Os diamantes encontrados na superfície têm cerca de 45 milhões de anos.
Para se ter uma idéia, a mais jovem rocha vulcânica da qual se extrai diamantes possui a idade de 70 milhões de anos.
Foram trazidos à superfície por erupções vulcânicas, ficaram depositados nos locais de onde atualmente podem ser extraídos por métodos economicamente viáveis.
Esta pedra foi mencionada pela primeira vez na história em manuscritos indianos de 2.000 anos atrás. Até o século XVIII a Índia era o único fornecedor desta gema. Hoje, ela é encontrada em mais de 25 países, exceto nos continentes Europa e Antártica.

Lendas e crenças

Junto com seus milhares de anos de história, os diamantes carregam também contos místicos, e muitas vezes loucos, a seu respeito. Descobertos na Índia há cerca de 2.500 anos, os antigos acreditavam que eram estilhaços das estrelas, relâmpagos, cristais ou gotas de orvalhos Os gregos, juravam de pés juntos que estas pedras preciosas eram lágrimas dos deuses. Na Ásia falava-se que havia um vale de diamantes cercado por cobras e aves de rapina. Já aqui no Brasil o que rola é uma lenda indígena sobre Tupã, Deus dos índios. Segundo a lenda, após ver a tristeza de Potira, que havia perdido seu esposo em combate, ele transformou suas lágrimas em diamantes. Durante a Idade Média, acreditava-se que um diamante podia reatar um casamento desfeito. Era usado em batalhas como símbolo de coragem. Os antigos o chamavam de pedra do sol, devido ao seu brilho faiscante e os gregos acreditavam que o fogo de um diamante refletia a chama do amor. Sugere, portanto, a força e a eternidade do amor.
Quanto ao simbolismo destes minerais, algumas características como cura, amor e longevidade foram atribuídas a essas pedras em diferentes épocas da história. Hoje, o valor dos diamantes está mais relacionado ao seu singularismo, conferindo status social às pessoas que os detém.

O diamante, aparece com frequência nos emblemas esotéricos, como, por exemplo, nas sociedades rosa-cruzes. O diamante representa o "centro místico radiante", e simboliza a luz e o próprio adepto. No budismo vajrayana (vajra=diamante), típico do Tibet, essa pedra está conectada com o Sol, é atributo das divindades mais importantes, e simboliza também o próprio poder divino.

O Diamante como Jóia

Só a partir do século XV, o diamante foi caracterizado como a jóia da noiva. Sendo Mary de Burgundy a primeira mulher a receber um colar de diamantes como um símbolo de noivado com o Arqueduque Maximilian da Austria em Agosto de 1477. Dos séculos XVII a XIX, usavam-se argolões como anéis de noivado. No século XX, ficou em moda o estilo "chuveiro", mais tarde o anel fieira. Depois o solitário, o estilo mais usado atualmente.
Mística
É uma pedra para quem deseja ter sonhos vívidos e clareza astral. Tem a capacidade de irradiar e difundir energias, sendo uma potente ferramenta de limpeza para o corpo, mente e alma, trazendo harmonia e entendimento de causa das coisas. Promove a comunhão com o Eu Superior e amplifica as energias da abundância, da inocência, da pureza e da fidelidade. No relacionamento o diamante é responsável pelo equilíbrio, permitindo que o casal continue sempre apaixonado. Também pode ser usado para proteger seu dono de pensamentos ruins.

Os diamantes devem ser limpos uma vez por mês para que possam brilhar ao máximo. Não deixe o seu entrar em contato com produtos químicos, mesmo não afetando diretamente a pedra, estes produtos podem desgastar o metal da joia.
Não use seu diamante quando estiver praticando esportes. Mesmo sendo durável, ele pode ser lascado por uma pancada forte ao longo de seu veio.
Não misture desordenadamente suas joias com diamantes em uma gaveta ou porta joias, porque podem arranhar outros diamantes, bem como as demais joias.
Curiosidade
As pessoas costumam errar ao dizer que querem comprar uma peça com brilhantes. A gema é diamante, brilhante é apenas o nome da lapidação. O diamante pode ser lapidado em diversas outras formas e lapidações e então não será mais "brilhante".
Lembre-se sempre !

Vale lembrar que assim como nós, seres humanos, não existem dois diamantes iguais no mundo todo. Segundo os especialistas, os minerais possuem características próprias que os tornam exclusivos. Portanto, presentear uma pessoa com diamantes é deixar escancarado que você está dando uma jóia única para uma pessoa especial. Bela pedida, não?

Bibliografia consultada
O livro das pedras sagradas
Enciclopédia de Cristais, Pedras preciosas e Metais
A magia das energias











































Um comentário:

  1. Oi flor, tudo bem? Sou dona do blog Belle Femme e agora dona da loja Leeb Dominium, uma lojinha de face. A loja é para mulheres assim como você: que amam moda, lá você vai encontrar roupas, sapatos, bolsas, makes, acessórios e corsets. Vários modelos. Confira e curta: https://www.facebook.com/LeehbDominium?ref=hl

    Beijos

    ResponderExcluir